O Livro de Mórmon Outro Testamento de Jesus Cristo

maxresdefault

O livro Mórmon é comparável a bíblia, trata-se de um registo de comunicação de Deus com os habitantes da América, o livro foi escrito por muitos profetas antigos, pelo espírito de profecia e revelação, cada palavra foi escrita em placas de ouro, foram citadas e resumidas pelo profeta-historiador Mórmon. O registro contém o relato de duas grande civilizações, uma veio de Jerusalém no ano de 600 a.C. e posteriormente se dividiu em duas nações, conhecidas como nefitas e lamanitas. A outra veio muito antes, quando o Senhor confundiu as línguas na Torre de Babel. Esse povo é conhecido como jareditas.Milhares de anos atrás, foram destruídos, exceto os lamanitas, que são os principais antepassados dos índios americanos. Depois de terminar os seus escritor Mórmon entregou o livro para o filho Moroni, que acrescentou algumas palavras suas e ocultou as placas o Monte Cumora. A 21 de Setembro de 1823, o mesmo Moroni então um ser ressurreto e glorificado, apareceu ao profeta Joseph Smith e instruiu-o a respeito e registro da tradução que seria feita para o inglês. No devido tempo a placa foi entregue a Joseph Smith, que a traduziu pelo dom e poder de Deus, e o livro tem 11 testemunhas, trata-se do “Depoimento de Três Testemunhas” e o “Depoimento de Oito Testemunhas“:

  1. Oliver Cowdery
  2. David Wjitmer
  3. Martin Harris
  4. Christian Whitmer
  5. Jacob Whitner
  6. Peter Whitmer, Jr
  7. John Witmer
  8. Hiran Page
  9. Joseph Smith, Sênior
  10. Hyrum Smith
  11. Samuel H. Smith

E muitas das vezes eu penso, por que não outrabíblia? só que uma bíblia que por sua vez complementa a bíblia sagrada, que também muito tem sofrido modificações, do velho testamento ao novo testamento, devido a muitas traduções, na verdade toda tradução por sua vez sofre mudanças de palavras e se não ter cuidado até distorção de ideia. A bíblia que por sua vez relata o escrito de vários profetas, e forma uma coletânea ou até mesmo uma antologia, assim formando u único livro, ainda tem muito a ser desvendado, a Igreja de Jesus dos Santos dos Últimos Dias, trás um grande desafio, e uma delas é a de levar a palavra de Jesus Cristo, ou até mesmo a palavra de Deus, (pois quem leva a palavra do filho leva a palavra de Deus) ao alcance de todos, e a outra é mostrar a veracidade deste livro, que de fato somente terá consigo mesmo a veracidade deste livro, a partir da leitura, e a graça de Deus. O livro foi oculto por muitos anos, quem instruiu Mórmon sobre o registro foi Amaron que no momento certo revelou o livro para Mórmon, um garoto de 15 anos de idade, Amarondisse: “Vejo que és um menino sério e de percepção rápida.”. E prosseguiu: “Portanto, quando tiveres cerca de vinte e quatro anos, quero que te lembres das coisas que houveres observado em relação a este povo, e quando chegares a essa idade, vais a terra de Antum, a uma colina que se chamará Sim, onde depositei para o Senhor todas as gravações sagradas que dizem respeito a este povo.”.Ele se referia as placas de Néfi, onde Mórmon ia gravar a história do povo dele, de tudo que ele tinha visto em algumas dessas placas. Quando Mórmon tinha 11 anos o pai dele o levou para Zaraenla, e ele relata: “Toda a face da terra cobrira-se de edifícios e o povo era quase tão numeroso quanto a areia do mar.”. Mórmon relata também que: “E eu, com 15 anos de idade, sendo de natureza um tanto séria, fui visitado pelo Senhor e provei e conheci a bondade de Jesus“.

E quem acreditaria no relato deste garoto de 15 anos? Muitas pessoas diriam que ele estava blasfemando, falando coisa com coisa, que seria impossível, que seria mentira, e ele prossegue dizendo que: “E procurei pregar a este povo, mas minha boca foi fechada e fui proibido de pregar-lhes ; porque eis que se haviam rebelado deliberadamente contra o seu Deus; e em virtude de sua iniquidade, os discípulos amados foram retirado da terra.”. O povo não mais acreditava, estavam como dizem cegos, diante a tudo que estava passando e o que se passou. A primeira edição deste livro para o Inglês foi em 1830, foi publicada em Palmira, Nova York, EUA, a tradução original das palavras foi feita por Joseph Smith.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s