Nos transformando em tolo e quem sabe a gente finge ser

Existe imagens que circulam nas redes sociais que nunca vai deixar de ser repugnante, não vou falar sobre política e a corrupção do nosso país, até porque já sabemos que isso vem sendo repugnante, e todos querem falar sobre isso.


Existe imagens que circulam nas redes sociais que nunca vai deixar de ser repugnante, não vou falar sobre política e a corrupção do nosso país, até porque já sabemos que isso vem sendo repugnante, e todos querem falar sobre isso.

Na verdade quero falar sobre aquelas montagens que tem gente de má fé criando e publicando nas redes sociais, para comover tanto eu, quanto milhares de pessoas. Triste, mas existe tudo que é tipo de gente, quando não faz esse tipo de montagem muitas das vezes faz uso da deficiência dos outros para se promover e acreditar  que está sendo visto nas redes sociais.

Na verdade nunca gostei de ver esses tipos de publicação, nas redes sociais somos obrigados a ver de tudo, acredito que é isso que torna as redes sociais interessante, em certos pontos somos “livres”, pena que são poucas as pessoas que vem visando fazer bom uso das redes sociais.

Compartilhar a imagem de uma pessoa doente, não vai dar 5 centavos para ela por compartilhamento, tudo isso é mentira para que a gente se comova e compartilhe, assim como milhares de palavras de amém também não vai curar ela, a gente cada dia vem sendo hipocritas, e as vezes nos preocupamos mais com os outros do que com a gente mesma.

Quem sabe as redes sociais venha a ser também uma ilusão, ou algo que a gente muitas das vezes deposita de tudo acreditando que através dela tudo pode mudar, quem sabe às redes sociais um local de pessoas depressivas, doentes, paranóica na busca de ser vista, e que alguém a veja, e a console.

E nela existe gente de toda a forma, de todo o jeito.

E nas redes sociais também nascem psicopatas, aquelas pessoas que criam a listra de amigos, separam uma por uma, e fica muitas das vezes 24 horas  acreditando que todo mundo tem que falar com ela, e se alguém não falar vai ser excluída, ou então se essa pessoa na vida pessoal pisar no calo dela, com certeza vai ser excluída do Facebook. No Facebook tem a listra negra também, de quem a pessoa gosta, e de quem a pessoa não gosta também.

E a gente por nossa vez vai se tornando tolo, e como disse paranóico, doente, depressivo… E as redes sociais tem o seu lado positivo e negativo.

Positivo, porque na mesma forma que tenta separar as pessoas, também visa uni-las, assim como também para poder entrar em contato com as pessoas distantes, poder compartilhar os melhores momentos, assim como atrair pessoas para vender algo… as redes socias é boa, também para compartilhamento de fotos, vídeos, frases, pensamentos,  mensagens… E isso é bom. E são os dois lados, positivo e negativo, que torna as redes  sociais, interessante, e todos querem se conectar a ela.

redes

Autor: Valter Bitencourt Júnior

Valter Bitencourt Júnior, nasceu em Salvador, Bahia, Brasil, em 25 de junho de 1994, é anarquista, blogueiro, streamer/influencer, poeta e escritor brasileiro.

2 comentários em “Nos transformando em tolo e quem sabe a gente finge ser”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: