A ganância de sempre querer mais, somente vale a pena quando usamos ela para conquistar tudo àquilo que venha a valer a pena, tanto para si, quanto para o coletivo.

Anúncios

Vida / Real

A vida
A ensinar
Na pior
Forma.
E eu
Aprendendo
Com a vida,
À viver.
Ser pássaro
E saber
Que nem
Sempre
É livre,
É viver
Por entre
A dúvida
Do que
Venha
A ser
Real.

homemeosol

 

Valter Bitencourt Júnior

Um pouco mais sobre quem sou!

Resenha, artigo, texto...

   Valter Bitencourt Júnior, nasceu em Salvador, Bahia, Brasil, em 25 de junho de 1994, é anarquista, poeta e escritor brasileiro. Filho de Maria Lúcia da Silva e Valter Bitencourt, tem dois irmãos e uma irmã (Vagnei, Leandro e Lucielle) estudou o ensino primário na Escola Estadual Nossa Senhora de Fátima e concluiu os estudos no Colégio Estadual Dinah Gonçalves.

   Em 2009, escreveu a poesia “Onde Está o Teu Corpo”, poesia publicada na antologia “O Diferencial da Favela”, Galinha Pulando, Salvador, 2014, organizado por Sandro Sussuarana, antologia essa que também se encontra a poesia “Perfeição. Em 2010, passou a frequentar a Biblioteca Comunitária de Valéria Prof José Oiticica, no bairro de Valéria, onde passou a conhecer o cearense Antônio Fernandes Mendes (Quixeramobim, 21 de outubro de 1936 – Salvador, 29 de julho de 2015), foi a partir dai que passou a ler livros da Literatura Brasileira de autores como…

Ver o post original 611 mais palavras

Nova antologia, organizada por Valter Bitencourt Júnior

   Estou preste a publicar em qualquer momento mais uma antologia, dessa vez com novas participações, diferente da anterior em que visava convidar poucas pessoas para que participassem, e também antologia Germinando Poesia, foi o início de um trabalho que vou buscar desenvolver, assim não apenas levando o meu nome como também o nome de amigos poetas e poetisas que vem trilhando esse rumo da escrita.

 Nessa antologia também publicarei algumas das minhas poesias, da mesma forma que tenho feito com a antologia anterior, e quero fazer melhor, porque quando a gente dar início a algo, a gente busca aperfeiçoar cada vez mais, as poesias da minha autoria que será publicada na antologia vai ser:

  • Sede
  • Meu ego
  • Quero mesmo é um disco voador
  • Meu aniversário

E teremos grandes participações, de amigos (as), que vivem nesse rumo da escrita, da arte de fazer poesia, de brincar com as palavras e também de ser sério, nessa antologia segue o nomes das poesias e dos poetas:

  • Incertezas – Josue Ramiro Ramalho
  • Quem dera – Josue Ramiro Ramalho
  • Fragmento – Josue Ramiro Ranalho
  • Alvorecer – Josue Ramiro Ramalho
  • Minha penedo – Josue Ramiro Ramalho
  • Nossa estória – Josue Ramiro Ramalho
  • Despedida – Josue Ramiro Ramalho
  • Um presente chamado hoje – Marly Ramos
  • Pétalas, versos e lágrimas – Marly Ramos
  • Intensidade – Marly Ramos
  • Sutilezas de amor – Marly Ramos
  • Sinto logo escrevo – Marly Ramos
  • Versos que fluem – Marly Ramos
  • Porta do céu – Marly Ramos
  • Divino – Gilberto Nogueira de Oliveira
  • Evasão – Gilberto Nogueira de Oliveira
  • Flores para um casal feliz – Gilberto Nogueira de Oliveira
  • A rota, a corda e as portas – Leandro Flores
  • Sem título – Almandrade
  • Sem título – Almandrade
  • Essa tal felicidade – Sonia Lobo
  • Os Olhos de Marcela – Sonia Lobo
  • Soneto para meu neto – Sonia Lobo
  • Crepúsculo além do mar – Conceição Ferreira
  • Mulher – Conceição Ferreira
  • O amor – Tassiane Bitencourt
  • A dor – Carla Santos
  • Tempo – Carla Santos

Na antologia ainda quero trazer novidade quanto ao prefácio, tudo depende também da pessoa aceitar, ela aceitando ou não a antologia tem de ser publicada, quanto ao nome da antologia, ainda não vou disponibilizar para o público, mas que fiquem atento, amigos (as) leitores.

unnamed.jpg

Brasil

Ser grande ou pequeno
Ser grande ou pequeno?
Ser grande e matar
O ego, ser pequeno
Sem ser arrogante,
Não importa o tamanho.
Matar a vaidade,
Viver cada momento
Em conjunto,
E quando sozinho,
Continuar vivendo.
Não importa a fama,
Não importa os bens materiais,
O que importa é a vida,
O trabalho, e um bem maior
Chamado família.
Ser grande ou pequeno?
Não importa o tamanho,
Buscar o conhecimento,
Ganhar a inteligência,
Desenvolver os dons,
Coletivamente ou individualmente.
Ser grande ou pequeno?
Não importa! Espalhar
Os bons sentimentos, e assim
Sempre seguir em frente.

Livro / Cérebro

Vou conectar o meu cérebro ao livro,
E fazer de cada livro uma leitura,
Um interpretar um convívio,
Quero penetrar no livro, andar com
As palavras, e aprender cada…
Seu significado, seu sentido
Real e abstrato.
Quero que o livro faça parte da minha vida,
E a minha vida quem sabe venha
A fazer parte do livro.
Quero ser mais que cabeça,
Quero saber a hora de me colocar
Em todas as situações
E a hora de sair de fininho
Ou de não me colocar
Em situação alguma.
Quero conhecer um pouco de tudo,
E fazer o máximo para conhecer
Mais ainda, o mundo, a vida, os seres, as coisas…
Quero ter ideias, quero praticar
As ideias,quero vivenciar cada
Situação num livro e fora do livro.

Quero conectar o meu cérebro no livro, fora do livro, dentro do livro, na capa
Do livro, nas folha do livro,
No mundo do livro…

images

A vida é assim

A vida é assim
Tudo assim
Eu sem jeito
A vida
Devagar
Uma cerveja
Transbordando
Em pleno
Domingo.
Poesia
Bela
Ver a morena
Andando
Rebolando
Deslizando
Beleza
Extrema
Da beleza.
É a vida
E eu
Apaixonado
Pelas belas
Canções
E ponho-me
A dançar.
Chamo a moça
Que eu tanto
Mirei e sequer
Tem dado-me
Bola, para dançar
– Recebi um não…
Outra moça
Ao meu
Lado
Na minha cola
Quando viu
Não me deixou
Na mão
E Dançou comigo
– Fizemos
Um belo par.

images

 

Ganância

Quero livro por toda a minha volta
E hoje vou ler, ler milhares de livros,
Fazer do meu dia o impossível.
Quero livros e mais livros,
Quero todos os livros,
De todos os gêneros, de todos os estilos,
Quero livros, milhares de livros
E quero ler mais e mais livros.
Quero mais que uma estante de livros,
Não quero apenas “livro”
Eu quero livros e mais livros,
Não quero apenas 1 livro, e muito
Menos 2, a gente sempre quer mais,
Não basta apenas poucos livros,
Tem de ser mais e mais livros,
E cerveja, e quem sabe um conhaque,
Um cigarro qualquer
Para acompanhar, quero livros
De todo tipo, quero o impossível,
Quer saber, não apenas hoje,
Quero o impossível todos os dias,
Minha meta não vai ser apenas ler
Milhares de livros,
Quero ler mais do que milhares
De livros,
Quero bilhares de livros,
Quero zilhares de livros,
Quero todos os livros do mundo,
Para que eu possa ler,
Para que eu possa emprestar,
Para que eu possa doar,
Para que eu possa fazer o que eu quiser
E bem entender, para que eu possa
Compartilhar, para que eu
Possa degustar, para que eu possa
Brincar, para que eu possa
Fazer o que eu quiser
E bem entender.

-Quero todos os dias
Presentear o que eu tenho de melhor,
Vou lhe presentear – livros…
Livros e mais livros,
Todos os dias e todo o sempre,
Quero ser presenteado
Com livros, livros e mais livros,
Todos os dias e todo o sempre.
Quero ser o leitor,
Quero ser o poeta,
Quero ser o escritor…
E no livro, de acordo
Com cada livro,
Quero pertencer a várias
Profissões.

images (4).jpeg

 

Dia Internacional da Mulher

   Parabéns para as mulheres pelo seu dia. Dia em que elas comemoram o quanto batalharam para chegarem onde chegou, e continua lutando, contra o machismo que ainda impera no mundo.

  Ainda existe homens que agridem a mulher tanto fisicamente quanto verbalmente, muitos casos de briga e sérias discussões levando até mesmo a morte. Todos tem de lutar contra a violência contra a mulher, não apenas as mulheres como também os homens, tem de denunciar sem mais nem menos.

unnamed (1)

  A mulher já adquiriu muitos direitos, o direito de trabalhar não apenas como dona do lar, de fazer apenas os afazeres de casa, lavar, passar, cozinhar… O direito de votar, o direito até de escrever, ler e fazer literatura.

   E acredito que a mulher muito tem vencido e ainda muito tem de vencer, e hoje a minha homenagem presto a ela.

images (6).jpeg

A mulher

Quem muito lutou
Para conquistar
Seus direitos
Quem muito
Lutou
Para ser respeitada
Quem muito lutou
Para ser amada
Quem muito lutou
Para ser mulher
E a mulher
Que sempre foi
Quem é digna
De todo respeito
A mulher esse ser
Especial
Complemento
Do homem
Mas sem dono
Faz parte do homem
Mas não tem dono
Porque a mulher tem
A sua autonomia
Tem a sua elegância
Tem a sua beleza
Tem o seu poder.
A mulher é vida
E o homem
Faz parte da mulher
Assim como
A mulher faz parte
Do homem.

unnamed