Obrigado ao Amigo Gilberto Nogueira de Oliveira


Obrigado ao amigo poeta Gilberto Nogueira de Oliveira, direto de Nazaré/BA, por adquirir o livro “Meu Amigo Antônio Por Entre a Ditadura Militar e Civil: Uma Vida Clandestina”, livro da minha autoria (Valter Bitencourt Júnior).

Livro este onde venho a trazer parte da biografia do cearense Antônio Fernandes Mendes (1936-2015), uma das vítimas da ditadura militar, não apenas parte da biografia de Antônio vem a se encontrar nesse livro, quanto algumas perguntas feitas  a ele (seguido de respostas que marcam o tempo), antes do seu falecimento.

Livro publicado através do Clube de Autores, hoje disponível para venda nas principais livrarias e lojas virtuais: Mercado Livre, Lojas Americanas, Estante Virtual, Amazon, Zoom, Submarino, Canal Shoptime, Buscapé, Livraria Cultura…

FB_IMG_1525043650197

Plantei


Plantei meu bem
O meu amor no jardim,
Regarei meu bem
A terra, a vida,
O tempo em mim.
Seus olhos querida,
Brilhando feito o sol,
E eu me derretendo:
– Você sorrindo…
Ah, plantei,
O seu amor em mim,
Todos os dias eu rego
O meu amor em você,
Você assim…
Como vai meu bem?
E você sorrindo,
E eu aqui,
Pensando em você
Distante…
– Um porta retrato na parede,
Uma planta
Esbanjando beleza…

20180429_145315

 

Assassinato


Atiram na democracia
Que nunca existiu,
Isso mostra a face
Da ditadura.
Os mesmos que pregam
A ordem da nação,
São os mesmos
Que atiram no que diz ser
O bem maior da sociedade.
O conservadorismo
Quer tomar conta do Brasil,
Que a cada dia
Parece regressar ao passado.

images (1).jpeg

Cansei de perseguição


Hoje resolvo fazer uma consulta
Médica, o senhor
Vai ter de examinar também
Toda a sociedade.
Doutor, estamos todos os dias
Sendo sugados, pernilongos,
Muriçocas, homens do plenário.
– Tem dias que somos perseguidos,
E outros dias somos esquecidos.
– Doutor, já inventaram
Alguma vacina contra a hipocrisia?
Quero uma para combater
A minha hipocrisia,
E toda hipocrisia social e política.

images.jpeg

 

A gente vai se ocupar em fazer mais escolas ou penitenciária nesse país?


A gente vai se ocupar em fazer mais escolas ou penitenciária nesse país? – Chico Pinheiro, Jornal Bom Dia Brasil, 25 de Abril de 2018.

Chico Pinheiro falou algo que venho buscando transmitir em algumas mensagens, comentários de algumas postagens… Hoje na Bahia o governo vem se orgulhando em ser o governo que mais vem formando policiais militares, dizendo ele que vem contribuindo para combater a violência. Uma vez tenho questionado isso em uma de suas transmissões ao vivo, o que poucos percebem, é que muito se é investido para a formação de policiais militares, e pouco vem sendo investido para a instrução pública.

Vejo crianças e jovens indo para a escola e voltando na mesma da hora por muitas das vezes pelo fato de não ter merenda na escola. Crianças e jovens que também volta para casa, pelo fato de não estarem pagando o professor e os funcionários público. O descaso é muito grande para a instrução pública, e para quem se diz feliz em ser o governo que mais investe em policiamento, deveria se orgulhar em investir na instrução publica do seu estado, assim valorizando a escola, os professores, os funcionários, os alunos. Criar programas sociais que venham a beneficiar crianças e jovens, para a sua formação intelectual.

A guerra nem sempre é contra a violência, até porque o sistema é muito mais violento do que se imagina. Chico Pinheiro, falou algo muito importante, e de fato é o que eu quero também trazer para todos os que querem de fato “um Brasil melhor”, um país sem corrupção, um país com mais oportunidade de emprego, um país que valoriza seu “povo”, e investe na instrução pública, saúde pública e em saneamento básico. Para isso tenho de falar o que vem se passando na minha cidade, para em seguida ver também o que vem se passando nas demais cidades, e pelo Brasil, assim até mesmo trazendo as minhas críticas, que não deixam de serem pertinentes para que haja mudanças no país.

Cobrar é mais que necessário, para que invistam em projetos sociais, em ONGs que visam levar para crianças e jovens o conhecimento, a interação, a solidariedade, muitas ONGs, muitos projetos que não tem o apoio do governo, que não tem o apoio de empresas, e que por fim, acaba não conseguindo seguir em frente.

images

 

%d blogueiros gostam disto: