Não existe voto certo


Muitas das vezes a gente dar a oportunidade a outra pessoa, para que ela faça pela gente o que a gente pode fazer. Votar é depositar a confiança no outro, de que ele fará algo por “nós”, depositar a confiança no outro é correr o risco de se decepcionar.

Não existe voto certo, até porque votamos em quem acreditamos que vai fazer algo por “nós”; a nossa escolha é dividida, cada um acredita em alguém, vence a maioria, logo a maioria torceu e acreditou que votou certo. A gente vota pelo o que nos propõem, e pelo o que acreditamos que fazem por “nós”.

Somos  tapiados em todas as formas, o pouco que fazem, muito tiram da gente. Pagamos imposto, e acreditamos que se ele faz, é porque, tiveram a sensibilidade de fazer, quando na verdade, não deixa de ser uma obrigação deles.

Quem sustenta o plenário é o povo, o povo que sustenta o plenário através do trabalho e o pagamento do imposto. Marginalizam aqueles  que não pagam o imposto, mas não marginalizam aqueles que sobrevivem através dos que pagam imposto, assim muitas das vezes desviando dinheiro do cofre público.

Se nos enganam, nos enganam pelo fato de ainda depositarmos confiança no sistema, por ainda alimentarmos o capitalimos, por mantermos de pé o Estado. E o voto é apenas mais uma ilusão, que tem se tornado em um direito nosso, para que acreditemos que um dia colocaremos uma pessoa certa na presidência.

Para que acreditemos que ainda vamos encontrar um vereador, senador, deputado, governador – “certo”. Para que acreditemos que vamos encontrar alguém que trabalhe pela gente, quanto cruzamos os braços e assim nos conformando com o que nos oferecem.

Publicado por Valter Bitencourt Júnior

Valter Bitencourt Júnior, nasceu em Salvador, Bahia, Brasil, em 25 de junho de 1994, é anarquista, poeta e escritor brasileiro.

4 comentários em “Não existe voto certo

  1. Não há saída de situações delicadas do sistema democrático, senão pelo voto. Fora dele há soluções rasas e ilusórias. Eu ainda mantenho a minha fé no voto, e desejo que nesta situação bagunçada que o Brasil vive, ainda prospere está esperança.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniel, a gente tem de refletir meios de lutar contra o sistema, seja ele qual for, jamais a gente tem de parar de refletir sobre o que vem se passando em nossa sociedade, sabemos que hoje muitos tem o direito de votar, isso jamais será um motivo para que a gente não faça crítica ao voto, e até mesmo aponte outras formas de melhorias sociais, quem sabe através da sociedade pela própria sociedade. Hoje em dia, muito do que se foi considerado fantasia, deixou de ser fantasia, a utopia não deve acabar jamais, temos de continuar lutando, lendo, desvendando, praticando…

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: