Sobre a Poesia Natureza

   Estava lendo o livro de Soneto, de Goethe, quando veio na mente algumas palavras, a natureza circulava por minha volta, a sensualidade, o ritmo… Bem que poderia escrever um soneto, mas por minha vez escrevi algumas quadras, assim foi originado  a poesia “Natureza”, uma das minhas poesias que venho divulgando bastante nas redes  sociais:

Serpenteia o meu corpo no teu
Como o rio na rocha a germinar.
Mundo perdido no ciclo,
Estrelas que some do mar…

Teu corpo traçado no meu,
Tua fragrância, o meu luar.
Meu aroma suado no teu
E os lírios no vento a gozar.

Minha alma em ti,
E a tua além mar
Ais que se romperam
Os meus olhos a rogar!

A natura que Deus nos deu
Vezo todo a sonhar!
Flores que já nasceram
Rosa de tristezas no ar!

   A importância da leitura, consiste na nova criação, é o despertar da criatividade. A poesia tem disso, o poeta tem de muitas das vezes se inspirar, para compor as suas escritas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s