Não Vote em Bolsonaro

  Se você quer um país melhor não vote no Bolsonaro, você tem todo o motivo do mundo para não votar no Bolsonaro, e o principal motivo se encontra na própria fala do Bolsonaro. A sociedade em si vem recebendo o alerta, para que não votem no Bolsonaro, cabe agora a sociedade atender os alertas.
   Até o jornal New York Time, vem trazendo notas para que a sociedade brasileira tenha cuidado com a decisão que vai tomar, no dia 28. Vote em quem tem boas propostas para a sociedade, vote em quem tem transparência para com a sociedade. Não se deixe levar pelos discursos de ódio, que lutemos pelos nossos direitos, a sociedade tem de lutar pelos direitos, e lutar pelos direitos é ir contra a qualquer tipo de opressão, é ir contra os males implantado pelo sistema.
   Queremos debate nesse segundo turno, a sociedade tem de cobrar o debate, para que seja colocado em claro, algumas questões, e Bolsonaro está correndo do debate, porque ele vem escondendo muito da sociedade, e o Haddad vai colocar muita coisa em evidência.
   Que o STF investigue o mais rápido possível o esquema de divulgação de fake news, promovida por empresários, notícias falsas qus ajudou para que o Bolsonaro chegue ao segundo turno, e que as devidas medidas sejam tomadas, antes que o pior aconteça.
   O que a sociedade tem de saber é que não se faz um impeachment da noite para o dia, e que daqui que seja feito um impeachment já fizeram um grande estrago, a gente viu a merda que o governo do Michel Temer fez, em poucos anos que assumiu a presidência, no lugar da ex-presidente Dilma Rousseff. O governo do Bolsonaro, não vai se distanciar do governo do Michel Temer, e também não vai se distanciar do governo de Donald Trump.
images.jpeg
Anúncios

Sucesso ao Mestre Antonio Carlos Secchin, Grato Pela Generosidade, Axé!

    Hoje, 11 de outubro de 2018, 14:03, acabei de receber pelo Correio, o livro “O Galo Gago”, livro da autoria  do mestre Antonio Carlos Secchin, com a ilustração da Clara Gavilan. É uma grande satisfação, vou agora   a  leitura, abraço!

Valter Bitencourt Júnior, com o livro "O Galo Gago", livro da autoria do escritor Antonio Carlos Secchin

Valter Bitencourt Júnior, com o livro “O Galo Gago”, livro da autoria do escritor Antonio Carlos Secchin, com a ilustração de Clara Gavilan.

Autógrafo do mestre Antonio Carlos Secchin

“Ao caro Valter, esperando que goste das aventuras do galo gago, com um forte abraço do Secchin.” Rio, 05-10-2018.

Faleceu aos 92 Anos de Idade a Escritora Zibia Gasparetto

   Zibia Milani Gasparetto, conhecida como Zibia Gasparetto, faleceu hoje, 10 de outubro de 2018, aos 92 anos de idade, ela foi uma escritora brasileira que aborda a temática do espiritualismo, nasceu em Campinas, São Paulo, em 29 de julho de 1926, faleceu na própria residência, em Ipiranga, Zona Sul.

images.jpeg

A Luta Continua…

   O PT agora vai fazer uma nova campanha com mais transparência, e isso é bom. Colocar o Haddad  como candidato, sem fazer uso do nome ou da imagem  do ex-presidente Lula, vem sendo mais que necessário, para que as  pessoas não persistam na ideia de que o candidato é o ex-presidente Lula, que se encontra preso, e inelegível.

images (1).jpeg

   O Haddad por vez dele tem de fazer as campanhas, tem que focar e transmitir as propostas, para que todos saibam o que ele de fato vai fazer caso ganhe no segundo turno, e seja o presidente nestes 4 anos vindouros.

images.jpeg

   A Manuela d’Ávila vem sendo uma excelente vice, e ambos vem lutando por um Brasil melhor, e é isso que temos de reconhecermos ao longo do tempo.

images (2).jpeg

 

 

Grande Prêmio Giuliano Ottaviani

Grande prêmio Giuliano Ottaviani com o poeta Valter Bitencourt Júnior e seu poema publicado na 3^ edição da Bienal de Spoleto Itália.
A Eclética agradece a sua nobre participação.
Parabéns Valter! Via: Marly Ramo, Facebook, quarta-feira, 10 de outubro de 2018.

FB_IMG_1539143977179

Mande a sua sugestão

Você pode mandar a sua sugestão, é só entrar em contato comigo pelo WhatsApp: WhatsApp: 71988313694 ou melo e-mail: valterbjunior57@gmail.com , acompanhem-me nas demais redes sociais:

Fanpage do Facebook: https://www.facebook.com/valterbitencourtjuniororesgate/

Twitter: https://mobile.twitter.com/valterbjunior57

Instagram: https://www.instagram.com/juniorvalterbitencourt/

Google+: https://plus.google.com/u/0/+ValterBitencourtJúnior?tab=jX

images

Diante ao Assassinato da Marielle Franco em Nossa Atualidade o Álvaro Dias Trouxe o Assassinato de Celso Daniel

Diante ao Assassinato da Marielle Franco em Nossa Atualidade o Álvaro Dias Trouxe o Assassinato de Celso Daniel, ele foi assassinado a 16 anos atrás.

   Apesar de eu considerar um erro, do Álvaro Dias, em ele cobrar do Lula a resposta da morte do Celso Daniel (Santo André, 16 de Abril de 1951 – Juquitiba, 18 de janeiro de 2002), eu tenho também de parabenizá-lo, por uma questão. Em nossa atualidade temos a morte da Marielle Franco (Rio de Janeiro, 27 de julho de 1979 – Rio de Janeiro, 14 de Março de 2018), que ainda não se sabe direito quem a matou e quem foi que mandou matá-la, o que se sabe é que se trata de un crime que envolve a polícia e alguns políticos, um crime planejado, e assim foi o que aconteceu, em 2002, com a morte de Celso Daniel, ano atrás com a morte do Antônio da Costa Santos (São Paulo, 04 de Março de 1952 – Campinas, 10 de Setembro de 2001).

Celso Daniel

Celso Daniel (Celso Augusto Daniel, Santo André, 16 de Abril de 1951 – Juquitiba, 18 de Janeiro de 2002)

 

Antônio da Costa Santos

Antônio da Costa Santos (conhecido como Toninho, São Paulo 4 de Março de 1952 – Campinas, 10 de Setembro de 2001)

   A Marielle Franco fez parte do partido do Psol, e os outros dois assassinados anos atrás, fez parte do Partido dos Trabalhadores – PT.

Sei que são de partidos diferentes, o que quero trazer aqui é que ainda existe queima de arquivo no Brasil. São casos que muitas das vezes não acham quem foi o assassino, o motivo de ter assassinado, como foi que eles articularam tudo. E a morte do Celso Daniel e do Antônio da Costa Silva, é a prova de crimes políticos que até hoje não foi achado os culpados, e pouco sabemos como vai o andamento das investigações.

Marielle Franco

Marielle Franco (Rio de Janeiro, 27 de julho de 1979 – Rio de Janeiro, 14 de Março de 2018)