Golpe Baixo: Carta do Álvaro Dias Cobrando Resposta ao Lula Sobre a Morte do Celso Daniel é Desumana

   A Carta feita pelo candidato à presidência Álvaro Dias, pelo partido do Podemos,  cobrando ao Lula resposta sobre a morte do Celso Daniel (Celso Augusto Daniel, Santo André, 16 de Abril de 1951 – Juquitiba, 18 de Janeiro de 2002) é Desumana, desumana porque mexe com toda a estrutura psicológica do Ex-presidente Lula (Luiz Inácio Lula da Silva), em uma acusação que ele provavelmente não tem resposta alguma a dar, uma pergunta que tem de  ser feita aos orgãos públicos, a quem está investigando o caso. O que não pode ser esquecido é que com a morte do Celso Daniel, foi o segundo assassinato de pessoas do Partido dos Trabalhadores PT, em menos de cinco anos, em menos de 5 anos atrás foi assassinado o prefeito Antônio da Costa Santos (conhecido como Toninho, São Paulo 4 de Março de 1952 – Campinas, 10 de Setembro de 2001), ele chefiava a prefeitura de Campinas.

    A notícia foi dada no Correio Braziliense no dia 21 de janeiro de 2002, na capa eles publicaram:

O prefeito de Santo André Celso Augusto Daniel, 50 anos, foi executado na madrugada de ontem com pelo menos sete tiros de pistola nove milímetros. Ele havia sido sequestrado na noite de sexta-feira. É o segundo assassinato de um prefeito do Partido dos Trabalhadores em menos de cinco anos. Em Setembro o alvo foi Antônio da Costa Santos. O Toninho que chefiava a prefeitura de campinas no interior de São Paulo. O PT acredita que se trata de crime político, pois os dois estavam entre os 37 prefeitos com ameaça de morte. A violência do crime e a importância da vítima para o mundo político transformaram a questão da segurança pública num tema centrais das campanhas eleitorais deste ano. O presidente Fernando Henrique determinou uma apuração rigorosa do crime e, amanhã recebe o candidato do PT à presidência Luiz Inácio Lula da Silva para ouvir suas propostas para combate ao crime. Correio Braziliense, 21 de Janeiro de 2002.

Capa do Correio Braziliense, publicado em 21 de Janeiro de 2002

Capa do Correio Braziliense, publicado em 21 de Janeiro de 2002.

   No dia 19 de Janeiro de 2002, Correio Brasiliense, publicou, um artigo falando sobre o sequestro, descrição do artido: “Celso Daniel, coordenador da campanha do Luís Inácio Lula da Silva, foi cercado quando saia de uma churrascaria em São Paulo, a polícia ainda não tem pista dos sequestradores”, e também anunciou o sequestro no título do artigo: “Prefeito de Santo André, é seqüestrado”.

    No artigo eles falam a hora em que Celso Daniel foi sequestrado, 23h30, falam também que foi várias pessoas em 3 carros, uma Blazer preta, um Tempra branco e um Santana escuro. Ele foi sequestrado quando saia de uma churrascaria, no bairro dos Jardim em companhia se um amigo, ambos estariam em uma Mitsuhishi blindado, os sequestradores dispararam tiros contra o carro, acertaram dois vidros e um pneu, o carro levava Celso Daniel, ele era coodenador do PT. O motorista foi obrigado a parar os homens sequestraram Celso Daniel e fugiram em direção da rodovia Anchieta que liga a capital a baixada santista. As testemunhas avisaram a polícia, o carro Mitsuhishi foi abandonado.

   O artigo também fala um pouco sobre o prefeito Celso Daniel e uma obra que causou muita polêmica naquela época, tendo assim uma suspeita de superfaturamento envolvendo o contrato sem licitação da Construtora Projeção para realizar o serviço da construção de recuperação do fórum municipal de Santo André, em 1997…

20181005_175207.png

  O artigo do jornal Correio Brasiliense, publicado no dia 21 de Janeiro de 2002, relata que o prefeito foi encontrado por volta das 11h45, tinha 18 perfuração pelo corpo, o rosto desconfigurado e as mãos atingidas por balas, o velório começou por volta das 22h. Cerca de 5 mil pessoas se reuniram na frente da praça municipal, entre líderes políticos se encontrava o Luís Inácio Lula da Silva, Marta Suplicy e Aluísio Mercadante.

No artigo eles também publicaram:

Ao saber sobre o corpo do político petista o presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu que seja realizada uma guerra contra o crime organizado a bandidagem e a impunidade no Brasil. “A arrogância do crime passou de todo os limites. Não só pelo vandalismo, mas pela sensação do criminoso de que ele pode fazer o que quiser” disse. Hoje o presidente recebe o governador de São Paulo, Geraldo Alkimin, e amanhã  o presidente de honra do PT Lula. “Não é aceitável o que estamos assistindo a cada instante: fugas e túneis em presídios, entrada de armas nos presídios e até helicópteros em presídios. Isso passou de qualquer limite”, disse o presidente.

No artigo também é relatado que:

Emocionado com a morte do amigo Lula não fez nenhum comentário.

20181005_181002.png

   Mexer num caso como esse, fazendo tal acusação ao ex-presidente Lula é um verdadeiro golpe baixo, e desumano, para qualquer ser humano. Aceitar tal acusação como se o Lula fosse um dos culpados de algo, e por vez dele de ter que dar algum esclarecimento, é vendar os olhos diante ao que vem se passando em nosso país, onde todos os candidatos estão brigando pelo poder, um querendo mostrar que tem mais capacidade que o outro para assumir à presidência.

   Que seja feito as devidas investigações sobre o caso, e que abram os arquivos para que possamos saber o que se tem passado, muitos casos vem sendo escondido, que os orgãos públicos deem a sua nota de esclarecimento, e é isso que temos de cobrar!

Anúncios

Um comentário sobre “Golpe Baixo: Carta do Álvaro Dias Cobrando Resposta ao Lula Sobre a Morte do Celso Daniel é Desumana

  1. Pingback: Sobre Celso Daniel: Para Lula a Morte de Daniel Foi Planejada | Resenha, artigo, texto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s