Como se tudo fosse normal: “o porteiro mentiu”


Acusações sérias são dadas por um porteiro, de que os assassinos que mataram a Marielle Franco e o motorista Anderson, foram até o condomínio de Bolsonaro e pediram para falar com ele, a notícia é dada pelo Jornal Nacional, para algumas pessoas não foi uma notícia estranha, já que muitos acreditam que o assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson, tem envolvimento de gente da família Bolsonaro.

Bolsonaro, por vez dele faz algumas transmissões ao vivo, e fala que querem incriminar os filhos dele, sendo que não houve nenhuma acusação contra os filhos dele. Isso fez com que nasça mais uma dúvida, as falas de Bolsonaro apenas gera dúvidas, ele apenas tem mostrado o quanto tem se desequilibrado.

Imaginem se o Jornal Nacional estivesse noticiado que os mandantes do assassinato de Marielle Franco, foi Bolsonaro e seus filhos, ai sim, que o Jornal Nacional estaria agindo errado, até porque eles não podem afirmar nada. O que os jornalistas do Jornal Nacional fizeram, foi prestação de serviço, eles noticiaram o que o porteiro relatou.

Pensou que não chega uma nova notícia “o porteiro mentiu”, simplesmente isso, como se fosse algo normal, o porteiro mentiu (ponto). Não assassinaram o porteiro, mas deram um basta nas palavras do porteiro, o porteiro deixou de existir? palavra que predominou foi “mentiu”, uma notícia dada como se quisesse dizer “simplesmente mentiu, sem mais e nem menos”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.