Lançamento do Dicionário de Escritorxs Contemporâneos do Nordeste


Foto de divulgação

Dia 1 de julho, no espaço quadrilátero da Biblioteca Central do Estado da Bahia, às 18h, tem o lançamento do Dicionário de Escritorxs Contemporâneos do Nordeste, dicionário organizado pelo jornalista e editor Roberto Leal e publicado através da Editora Òmnira.

Aos 28


A vida passa, o tempo,
Os dias, as memórias?
Às memórias são impagáveis
E aos 28? Mais um ano de vida?
O porvir é um mistério profundo.
Vejo pela frente uma bola
De fumaça e o desejo
De dias melhores.

Precisamos de Paz!!!


Coração devastado de vê
Tanta dor pede paz para o mundo
E para o próprio interior.

Valter Bitencourt Júnior

Exagero

-Sempre
Queremos
Mais.


Transbordar
A cerveja
No copo,
É como
Infarta de
Felicidade.

Sempre
Queremos
Mais.

É mais que necessário aprender a amar!

É mais que necessário aprender a amar, amar as pessoas que circulam por nossa volta, por mais que ela não apresente amor, amar as árvores, o cantar dos passarinhos, os rios e suas nascentes, as cachoeiras, amar os animais, amar a vida.


É mais que necessário aprender a amar, amar as pessoas que circulam por nossa volta, por mais que ela não apresente amor, amar as árvores, o cantar dos passarinhos, os rios e suas nascentes, as cachoeiras, amar os animais, amar a vida.

Mais que necessário jogar de lado as desavenças, é mais que necessário aprender a ser compreensível, é mais que necessário entrar em consenso, quebrar as barreiras do preconceito. E na falta de amor aprender a amar novamente. Criar amigos ao invés de inimigos, não perder a esperança de que ainda há pessoas boas nesse mundo.

Aprender a amar a si mesmo e nesse aprender a amar a si mesmo germinar o que há de melhor dentro de si. Levar ao próximo palavras de conforto, saber abraçar, saber sentir o outro e ter misericórdia, compaixão e mais e mais amor.

É mais que necessário buscar a paz e levar a paz, assim compreendendo que somos todos irmãos e que o nosso sangue tem a mesma cor, aprender a viver a vida, fugir das ilusões, não criar perspectiva demais. É mais que necessário aprender a escutar o sim e o não.

Jamais perder a utopia, sempre acreditar num mundo melhor, mundo este que respiramos e que aprendamos a compartilhar do mesmo ar que respiramos.

%d blogueiros gostam disto: