Lutemos


Conscientizar a sociedade através da arte e da cultura também é o papel do artista que por sua vez sofre com o sistema que vive, sistema esse que faz o máximo para destruir a arte e a cultura através da falta de investimento. A sociedade sem arte e cultura é um verdadeiro nada, é uma sociedade sem história, sem vida, sem cor, até porque é a arte que sobrevive a esperança da sociedade e a ressuscita do caos e transtorno de cada dia.

O governo opressor visa bater e muitas das vezes destruir tudo que venha a ir de desencontro a ele, não é atoa que o atual presidente está criando medidas para coibir que as pessoas venham a fazer críticas a ele, é claro que uma das maiores vítimas de todo esse sistema é o artista, que por sua vez não é condenado apenas pelo sistema, quanto por parte de uma sociedade que o desvaloriza.

Não há agressão social maior, que o governo Bolsonaro, a arte e a cultura por sua vez também busca sobreviver a esse governo tirano e perverso, que pouco se importa com a arte e a cultura, falando nisso quem não se preocupa com a arte e a cultura também não se preocupa com a educação do próprio país. Ganhamos um governo que não reconhece o Paulo Freire uma das peças fundamentais para a educação brasileira.

Esse governo quer matar ideias, quer matar a arte de pensar, quer matar tudo que venha a desperta a sociedade, quanto a isso não temos dúvida alguma começando pela escolha do ministro da educação, temos um governo conservador e contraditório que por sua vez contradiz os seus próprios ideais, que é o bem da família, Deus a cima de tudo e o amor a pátria.

Somos vítimas desse sistema, querem censurar o teatro, querem desvalorizar os artistas e acabar com a Lei Rouanet (isso é se já não acabou), o artista come o pão que o diabo amassou no governo Bolsonaro, principalmente os artistas de rua, os artistas independentes que já sofriam antes e hoje em dia por sua vez estão sofrendo mais ainda com a falta de compromisso desse governo.

Acampamento Terra Livre: Em Defesa Dos Direitos Indígenas


Tradição, história, cultura, identidade. Devido à #Covid19, o #ATL2020 está sendo totalmente online e você pode acompanhar a programação do 3º dia em defesa dos direitos indígenas nos canais da @ApibOficial de onde estiver. https://t.co/RduPQ6Lz1B Via: Greenpeace

FLIFS – Festival Cultural e Literário de Feira de Santana


DIA 26 DE SETEMBRO
10h Mesa 3 – Livros fundamentais (depoimentos)
Palestrantes: Aleilton Fonseca/ UEFS, Antônio Brasileiro/ UEFS e Luís Pimentel/RJ
Mediador: Roberval Pereyr/ UEFS
 Lançamento da revista Quanta
Local: Auditório Julieta Carteado

DIA 27 DE SETEMBRO
18h30 – Mesa 6 – Literatura Baiana contemporânea Palestrantes: Evanilton Gonçalves/BA
Itamar Vieira Jr./BA
Mediador: Aleilton Fonseca/BA
Local: Teatro – SESC Centro

Uma pequena avaliação


 Hoje eu resolvi fazer uma pequena avaliação, diante a tudo o que eu já tenho publicado, e a cada leitor que vim adquirindo ao longo do tempo. Eu por minha vez tenho resolvido fazer algumas mudanças, que não foi nada fácil, resolvi estabelecer alguns contatos em minhas redes principais, como por exemplo pessoas da família e amigos (as) próximos, e deletei outros, não que esses que tenho deletado não tenha importância em minha vida, todos tem a sua importância, e agradeço muito por me acompanharem.

   Os livros que eu tenho publicado já se encontram disponíveis nas livrarias e lojas virtuais: Lojas Americanas, Mercado Livre, Submarino, CanalShoptime, Zoom, Buscapé, Estante Virtual, Amazon, Livraria Cultura, Walmart, Magazine Luiza… Publiquei ambos, na minha condição de autor independente, alguns dos livros eu tenho publicado sem o interesse em dar autógrafo, criei a página de acordo com o que o site me permitiu, e editei os livros, numerei da minha forma.

Qual é a Importância da Consciência Negra?


Qual é a importância da Consciência Negra? Essa pergunta  serve para todos nós, ser humano, que busca separar o ser em espécies, de acordo com a cor, e até mesmo religião, condição financeira, cultura… 

Lei Rouanet: O Que Você Precisa Saber!


Muita gente falando da Lei Rouanet, que muitos artistas vem se beneficiando dessa lei, como se os artistas estivessem cometendo um grande crime. Sempre que comento sobre a Lei Rouanet, eu sei que diversos artistas bem que deveriam receber esse benefício, principalmente os artistas de rua e independentes, que fazem o máximo para levar a arte para o público, a arte da música, da pintura, da dança, do artesanato,  da criação de oficinas em si.