Juntos


Fu-gi-dio
Es-ta-va o tem-po
A se esmaecer
Por entre o vento…
O beijo
Looooongo – veneno,
Fisgou em meus lábio –
Prazer! Corrompe por completo,
Meu ser.
So-le-tra meu peito a bater…

Facinações noturnas.

Coração de pedra


Quero amolecer seu coração
De pedra,
Mostrar que a vida,
Nem sempre é tão dura
Quanto parece ser.
Vamos aproveitar
Segundos, minutos, horas, o fim, o começo
Como estivéssemos vivenciando
O gosto do último gole
De um prazeroso vinho
E passar a sentir a essência
De um grande perfume
Vou mostrá-lo que a vida
Não precisa ser tão longa
Para ser tão amada
Mas ela é curta
Para se ter
Inimigos.

Abandono


O teu silêncio
E tua descoberta
Cobre todo o ser
E o mundo,
E um cais de areia
Em sangue,
Um aborto profundo…

Valter Bitencourt Júnior
Valter Bitencourt Júnior

No meu mundo interior


Por dentro carrego um mundo
Somente meu, no meu mundo
Crio o que há de mais fantástico,
Transformo palavras em imagens,
E sou completamente livre,
Pulo penhasco e sou amparado
Por paraquedas,
No meu mundo sei nadar,
Coisa que não faço
Fora do meu mundo de imaginações.

Valter Bitencourt Júnior
Valter Bitencourt Júnior, Salvador, Bahia, Brasil.
%d blogueiros gostam disto: