Estamos indo de mal a pior…


 A sociedade vive apanhando, nem sempre tem para onde correr, muitas das vezes parte da sociedade tem que se submeter ao patrão para se manter no emprego, mesmo que trabalhe em situação precária, trabalha para poder comprar o pão de cada dia, trabalha para pagar a conta de luz, água, fazer a compra do mercado… muitas das vezes sequer sabe o que é diversão, não sabe o que venha a ser o teatro, o cinema, o circo, os pontos turístico da própria cidade.

Diante ao que aconteceu recentemente


Diante ao que aconteceu recentemente, aqui se encontra uma música cantada pelo Gabriel o Pensador: https://m.youtube.com/watch?v=f3aBdkM-bBU é a denúncia do que vem acontecendo no Rio de Janeiro, coisa que vem acontecendo em várias localidades do Brasil. O Rio de Janeiro, passou e continua passando por uma intervenção militar, que vem resultando na morte de pessoasContinuar lendo “Diante ao que aconteceu recentemente”

Lutamos juntos naqueles dias trabalhosos que o nosso país vivia na esperança de nossos filhos vivessem com plena liberdade e igualdade social


Carta do Antônio Fernandes Mendes (Quixeramobim/CE, 1936 – 2015, Salvador/BA) para o Luis Cruz Lima, 21/10/1973. Ao amigo Luis Cruz Lima lutamos juntos, naqueles dias trabalhosos que o nosso país vivia, na esperança de nossos filhos vivessem com plena liberdade e igualdade social Quantos desafios enfrentamos ora nas praças públicas ora na calada da noiteContinuar lendo “Lutamos juntos naqueles dias trabalhosos que o nosso país vivia na esperança de nossos filhos vivessem com plena liberdade e igualdade social”

Fascismo Presente na Sociedade


A gente não faz análise alguma, muitas das vezes olhamos tudo pelo óbvio. Acho engraçado aquelas pessoas falando que na ditadura militar, não foi atingida, porque foi um “cidadão de bem”. Muitos falam que aqueles que foram contra a ditadura militar, foram guerrilheiros, e chamam guerrilheiros de bandidos e assaltantes de banco. Na verdade todos foram vítimas da ditadura militar em alguma forma, mesmo assim alguns querem esconder. Marginalizar as pessoas que foram contra a ditadura militar, é tudo o que eles querem. Se os que lutaram contra a ditadura militar foram “bandidos”, como alguns querem dizer, então milhares de trabalhadores que lutaram pelos seus direitos trabalhistas foram marginais? Até Porque, muitod destes eram recebidos com bala de borracha, eram presos, apanhavam com cacetete, e a polícia caia matando em cima destes, obedecendo as ordens dos seus comandantes e do Estado. E os artistas que foram expulsos do seu próprio país, e muitos foram presos e assassinados, foram marginais? Jornalistas que foram assassinados, foram marginais?