Precisamos de Paz!!!


Coração devastado de vê
Tanta dor pede paz para o mundo
E para o próprio interior.

Valter Bitencourt Júnior

Vivendo e aprendendo!

E todo dia tenho uma nova lição de vida, o tempo vem me ensinando a não ter medo de voltar ao bê-à-bá.


O tempo vem me ensinando a não carregar o mundo nas costas, muitas das vezes é necessário parar para refletir as próprias ações, diante a um mundo de pessoas que acredita que deve passar por cima dos outros, onde todos querem terem a razão de tudo.

As interrogações surgem, que eu fiz de bom hoje? Será que eu fiz uma ação plausível? Será que eu levei o sorriso na face de uma ou mais pessoas? Será que eu fui incapaz de desejar um bom dia, boa tarde, boa noite (fora das redes sociais) à vizinhança, ao padeiro, ao segurança, ao motorista do ônibus… Será que eu elogiei alguém ou a joguei prá baixo sem mais e nem menos?

Sim, o tempo vem me ensinando a não carregar o mundo nas costas, o tempo vem me ensinando a saber a hora de responder os outros, sem magoá-la, o tempo vem me ensinando a ter cuidado com a palavra, o tempo vem me ensinando a dizer sim ou não, o tempo vem me ensinando a ser humilde, o tempo vem me ensinando a dizer “- eu estou errado!”, o tempo vem me ensinando a perdoar, o tempo vem me ensinando a enxergar o que há de mais nobre.

E todo dia tenho uma nova lição de vida, o tempo vem me ensinando a não ter medo de voltar ao bê-à-bá.

Valter Bitencourt Júnior

Maravilha

Desejo alegrias a todos
Neste mundo que derrama
Sangue tão negro.
Desejo as sete maravilhas,
Para ver o seu sorriso
De acalanto.
Desejo sorte, para ressuscitar
Os seus olhos distantes,
Que não querem enxergar
O belo.
Desejo o progredir, o amém,
Para você…
Porque sei que é preciso
Amar a si mesmo,
Amar a vida,
E erguer uma bandeira
Na amplidão.


Desejo alegrias a todos
Neste mundo que derrama
Sangue tão negro.
Desejo as sete maravilhas,
Para ver o seu sorriso
De acalanto.
Desejo sorte, para ressuscitar
Os seus olhos distantes,
Que não querem enxergar
O belo.
Desejo o progredir, o amém,
Para você…
Porque sei que é preciso
Amar a si mesmo,
Amar a vida,
E erguer uma bandeira
Na amplidão.

Triste

Triste, triste é você
Voltar atrás e estar
Tudo perdido.
Triste é você morrer
Sem o amor,
Sequer florescer.
Triste é você
Olhar o mundo
Em lágrimas…
Difícil entender!
Triste é esconder
O que está
Escondido
Entre montanhas
Imaginarias.
Triste é viver
Desabitado
Ou delírios constantes.


Triste, triste é você
Voltar atrás e estar
Tudo perdido.
Triste é você morrer
Sem o amor,
Sequer florescer.
Triste é você
Olhar o mundo
Em lágrimas…
Difícil entender!
Triste é esconder
O que está
Escondido
Entre montanhas
Imaginarias.
Triste é viver
Desabitado
Ou delírios constantes.

Mundo de traição

Mundo de traição
E desconfiança,
Ser humano
Nem sempre é humano
– Desumano.
(…)


Mundo de traição
E desconfiança,
Ser humano
Nem sempre é humano
– Desumano.
Racional que se torna
Irracional,
Consciente que não
Controla o impulso
Se torna inconsciente:
– Até onde o ser pode ir?
– Até onde vai a monstruosidade
Humana?
Gente se matando aos poucos,
Gente se esquecendo
Que também é gente,
Gente por entre o ego
– Sobe o nariz.
Gente vaidosa,
Humilha que muitas das vezes
Não percebe:
– Que pode ficar sozinha.
Gente que se esquece
De se olhar no espelho:
– Preconceituosa.
Gente que cria o próprio
Apocalipse.
Ainda há gente
Que soltaria Barrabás
E mandaria crucrificar
Cristo,
Em nome do pai
Do filho
Do espírito santo
Amém!

%d blogueiros gostam disto: