Nuance

Nuance, poema de Valter Bitencourt Júnior


No coração que habita o amor
Sempre há espaço para a saudade.
Amar é sentir segundos,
Minutos, horas, momentos e instantes.
É viajar por entre a certeza
E a dúvida, é derramar lágrimas
E saber matar a falta
Com mais e mais vontade.

%d blogueiros gostam disto: