É mais que necessário aprender a amar!

É mais que necessário aprender a amar, amar as pessoas que circulam por nossa volta, por mais que ela não apresente amor, amar as árvores, o cantar dos passarinhos, os rios e suas nascentes, as cachoeiras, amar os animais, amar a vida.


É mais que necessário aprender a amar, amar as pessoas que circulam por nossa volta, por mais que ela não apresente amor, amar as árvores, o cantar dos passarinhos, os rios e suas nascentes, as cachoeiras, amar os animais, amar a vida.

Mais que necessário jogar de lado as desavenças, é mais que necessário aprender a ser compreensível, é mais que necessário entrar em consenso, quebrar as barreiras do preconceito. E na falta de amor aprender a amar novamente. Criar amigos ao invés de inimigos, não perder a esperança de que ainda há pessoas boas nesse mundo.

Aprender a amar a si mesmo e nesse aprender a amar a si mesmo germinar o que há de melhor dentro de si. Levar ao próximo palavras de conforto, saber abraçar, saber sentir o outro e ter misericórdia, compaixão e mais e mais amor.

É mais que necessário buscar a paz e levar a paz, assim compreendendo que somos todos irmãos e que o nosso sangue tem a mesma cor, aprender a viver a vida, fugir das ilusões, não criar perspectiva demais. É mais que necessário aprender a escutar o sim e o não.

Jamais perder a utopia, sempre acreditar num mundo melhor, mundo este que respiramos e que aprendamos a compartilhar do mesmo ar que respiramos.

Liberdade

Exercitar o coração poético
Quando tudo está a saltar;
E proteger o coração terno
De todo o mal estar;
E superar a vida
Jogar na sorte de um sonhar;
E saber do nada meditar
Meditar a paz na alma.
É saber de tudo ser livre
Mesmo que não exista
Liberdade.


Exercitar o coração poético
Quando tudo está a saltar;
E proteger o coração terno
De todo o mal estar;
E superar a vida
Jogar na sorte de um sonhar;
E saber do nada meditar
Meditar a paz na alma.
É saber de tudo ser livre
Mesmo que não exista
Liberdade.

Paz


Paz em vez de violência
Neste mundo necessitado de amor.
Compaixão, misericórdia entre
Os irmãos, que sejamos recíprocos,
Assim como o dia com a natureza,
O sol com as plantas.
Que sejamos unidos como as formigas
A trabalharem juntas.
Que tenhamos pasciência
Para com as cigarras,
Que cantam em plena manhã,
A nos despertar.
Paz em vez de guerra,
Neste mundo necessitado de solidariedade,
Onde precisamos estender a mão
Para o outro, e abraçá-lo,
Em vez de oprimi-lo, massacrá-lo,
Batê-lo, executá-lo…
– Obedecendo a ordem do estado.
Paz, paz para os países em guerra:
– Paz para a Síria, paz para a Palestina, paz para a Índia, e muitos outros países
Necessitados de paz, amor,
Compaixão, misericórdia, solidariedade…
– Chega de massacre social,
O povo não merece viver
Como refugiados, da sua
Própria nação.
Paz, paz entre as famílias,
Entre os irmãos, entre os amigos,
Entre a comunidade,
Paz para o mundo, paz, tudo
Pede paz.

Valter Bitencourt Júnior, Salvador, Bahia, Brasil.

Concordo com Gandhi

A liberdade individual e a
interdependência são essenciais para a
vida em sociedade.

Não vamos levar a teoria do mandato a
extremos absurdos e nos tornarmos
escravos das resoluções de maiorias.

O governo do povo, pelo povo e para o
povo não pode ser conduzido, por maior que ele
seja.

Na resistência civil individual, cada
manifestante é o próprio líder.

De que vale a fé se não for convertida


Palavra de Gandhi:

A liberdade individual e a
interdependência são essenciais para a
vida em sociedade.

Não vamos levar a teoria do mandato a
extremos absurdos e nos tornarmos
escravos das resoluções de maiorias.

O governo do povo, pelo povo e para o
povo não pode ser conduzido, por maior que ele
seja.

Na resistência civil individual, cada
manifestante é o próprio líder.

De que vale a fé se não for convertida

em ação?

mahatma-gandhi-real-hd-wallpapers

Quem não quer Paz?

Valter Bitencourt Júnior

   Todos querem a paz, mas poucos dão a iniciativa para que a paz seja estabelecida, começando pelo eu, a ação que tem de vir de si para com os demais, a consciência do certo e do errado, a solidariedade humana, de um para com o outro.
   Cada individuo por sua vez muitas das vezes espera para que o outro faça, são poucos que se sensibiliza em fazer, pois a crítica vem da hipocrisia também, a crítica destrutiva, que sequer leva propostas para melhorias, onde todos possam por sua vez beneficiar-se.
   Somos todos governados pelos nossos semelhantes, criaram um sistema que controla a sociedade, sistema esse sustentado pela própria sociedade, que por sua vez torna-se uma maioria, subordinada ao governo, o trabalho a cima de tudo a obediência ao patrão, seja como for, pobres oprimindo pobres na busca de um salário, a opressão militar, a opressão social causada pelo sistema e pelo governo.
   Não se tem o direito de falar (muitas das vezes), tem de calar-se diante a cada situação, diante a guerra, diante a “exploração humana” pelo próprio ser “humano”.
   “Do que vale a fé se não convertida em ação?” Não vale, nada! Cada um tem um objetivo, tem uma meta, tem a finalidade, e tem ao mesmo tempo um único foco. A sociedade não está mais acreditando nesse sistema, não está mais acreditando no governo, na verdade nunca acreditou, a democracia é nada mais nada menos que o voto de uma maioria, capaz de prejudicar toda a sociedade também. Tudo isso virou uma estatística.
imagem-1
%d blogueiros gostam disto: