O Estadão Quer Vender Exatamente o Que a Elite Quer Lê


Ontem eu estava escutando a apresentação no Twitter Space, de Rodrigo, do Vida de Jornalista, conversando sobre “quem lê editorial?”, com microfone aberto aos ouvintes. Ao longo do tempo eu fui aprendendo e ganhando novas visões de acordo a fala de cada um que ali se fez presente.

Eles abordavam que todo domingo está tendo um Editorial do Estadão, batendo no PT e no Lula, editorial esse que o leitor sequer sabe quem o escreve, porém visa expressar todo um ponto de vista do jornal.

Ontem, eu tentei colocar um pouco sobre o meu ponto de vista, dei início parabenizando os jornalistas independente e o jornalismo independente, porque quem vem de fato fazendo jornalismo são eles, que denunciam o que vem se passando na sociedade, na política, no meio ambiente… E, o papo trazido pelo Vida de Jornalista, no Twitter Space é muito importante, papo esse aberto aos ouvintes. Fiz alguns questionamentos, do porquê que o Estadão não fala sobre o Moro, sobre o atual presidente, sobre questões que vem se passando no nosso país. Talvez eu não soube me expressar direito, mas acredito que o pouco que eu conseguir me expressar também teve a sua importância.

E coloquei, que o Estadão quer vender exatamente o que a elite quer lê. Tinha criado um esboço, antes de falar com o pessoal Vida de Jornalista, na medida que eu fui escutando eu fui criando novos pensamentos, de início eu via que “todo rebuliço que gera em torno do Editorial do Estadão, simplesmente engrandece o jornal, na medida que o editorial começa a se espalhar, inclusive por quem não é assinante do Estadão”. Percebi que eu estava errado, percebi que trazer o que se passa no Estadão para a sociedade em si é levar informação para o alcance de todos, e já acabou aquele tempo que a imprensa, que o jornalismo era limitado e feito para as elites.

Por isso que iniciei parabenizando o jornalista independente e o jornalismo independente, porque eles trazem também questões como essa vinda da grande mídia, e abre espaço para que todos possam colocarem o seu ponto de vista. Ontem eu recebi uma grande aula e quero continuar aprendendo mais e mais em outras gravações no Twitter Space, tanto feita pelo Vida de Jornalista, quanto pelos demais, que abrem espaço para o ouvinte.

Imagem da internet

Solidariedade ao Templo Cultural Delfos

Lamentável o que vem se passando com a página do site “Templo Cultural Delfos”, no Facebook. A página foi retirada do ar e faz mais ou menos 4 dias que os administradores vêm tentando solucionar o caso.


Lamentável o que vem se passando com a página do site “Templo Cultural Delfos“, no Facebook. A página foi retirada do ar e faz mais ou menos 4 dias que os administradores vêm tentando solucionar o caso.

A página “Templo Cultural Delfos”, atingiu a marca de mais ou menos 800 mil seguidores, tendo como compromisso de divulgar a literatura. A priori o Facebook informou que a página vai contra as políticas da comunidade, sendo que não foi feita nenhum tipo de publicação que vá de desencontro da política da comunidade do Facebook.

Medidas como essa que não pode ser aceita, principalmente quando vem sendo prejudicado páginas que faz uma grande diferença, com publicações de relevância, fazendo uso inclusive de fontes verídicas. A questão é que os administradores do Facebook no Brasil, oferece um suporte limitado muitas das vezes não atendendo e solucionando o caso solicitado pelos seus usuários, mesmo dialogando com um ou mais dos representantes do Facebook.

COMUNICADO!

Amigas(os) e seguidores,

Comunicamos que a página “Templo Cultural Delfos” foi retirada do ar pelo Facebook sob alegação de que difunde nudez e/ou pornografia, o que não confere com a realidade.
O Templo Cultural Delfos é uma página cultural, educacional e artística, que conta(va) com mais de 800 mil seguidores.

Estamos tentando recupera-la, tentando, porém os caminhos são tortuosos.

Estamos bem cansadas!

Há mais de uma década trabalhamos diariamente para difundir e compartilhar conteúdo qualificado na rede e nas plataformas sociais. Tudo feito com muito respeito aos autores, as artes, a cultura, a educação e ao público que nos segue e acompanha. Entretanto, apesar do trabalho ser reconhecido por muitos, nos encontramos nessa situação. É desolador!

É isso, seguimos!

Abraços a todas(os)!

Elfi e Gabriela”

Templo Cultural Delfos, retirada do ar.

Mastodon?

Pela manhã eu vi uma publicação de Denise Tremura (Detremura), no Twitter, convidando os amigos e amigas dela para fazer parte de uma rede social chamada “Mastodon”, na minha curiosidade eu acessei o link e resolvi me associar a essa rede.


Pela manhã eu vi uma publicação de Denise Tremura (Detremura), no Twitter, convidando os amigos e amigas dela para fazer parte de uma rede social chamada “Mastodon”, na minha curiosidade eu acessei o link e resolvi me associar a essa rede.

Criar a conta foi fácil, eu criei o nome de usuário, coloquei o meu e-mail e criei uma senha, em seguida eu recebi o comunicado de que eu tenho de acessar o e-mail e confirmar o registro, assim fiz.

O Mastodon é parecido com o Twitter, mas percebo que ainda tem muito a melhorar e para isso, quem sabe dependa de que outros usuários utilizem e dêem novas sugestão. Eu por minha vez tentei fazer “verificação de duas etapas”, fazendo uso do meu número de celular, mas o site ainda não oferece essa função, a verificação em duas etapas pode ser feita apenas através de um aplicativo de autenticação instalado no aparelho celular (ou tablet, computador).

Eu tentei incluir o meu site na rede, não consegui. Fiquei um pouco mais curioso e baixei o app, na hora de acessar passei mais uma dificuldade, não tenho como acessar através do e-mail, muito menos fazendo uso apenas do nome do usuário, para acessar eu tive que ir atrás do @ que inclui o meu nome de usuário e mais algumas informações do Mastodon.

Pelo o que eu vejo, só nessas pequenas questões, o Mastodon ainda tem muito pela frente para poder competir com o Twitter e as demais reses sociais!

images (1)

 

Atenção: Estão Criando Perfis Falsos Fazendo Uso do Nome do Site Clube de Autores Nas Redes Sociais

Criaram  perfis falsos, fazendo uso do nome do site Clube de Autores, no Instagram, Twitter e Facebook.


Criaram  perfis falsos, fazendo uso do nome do site Clube de Autores, no Instagram, Twitter e Facebook. Hoje pela manhã eu fui notificado pelos administradores do site, através do Instagram, enviei um e-mail, e segundo Fred:

Oi Valter Estamos tomando as medidas cabíveis a respeito e recomendamos que denuncie a página em questão. Abraços, Fred atendimento@clubedeautores.com.br Site: www.clubedeautores.com.br Facebook: www.facebook.com/cdautores Twitter: twitter.com/clubedeautores

Ajudem  a denunciar para que não acabe surgindo novas pessoas acreditando que venha a ser de fato os administradores do site Clube de Autores, e quem sabe até caindo nas mãos de esterionatários.

Quaisquer tipo de dúvida é melhor entrar em contato através do e-mail: atendimento@clubedeautores.com.br

20190107_134219.png

images

%d blogueiros gostam disto: