A escrita

   A escrita tem a sua importância, muitas das vezes as pessoas veem quem exerce a função de escrever como um verdadeiro nada, alguns até fingem que é legal, maneiro, e faz algumas perguntas, tipo “você escreve?”, essa pergunta é feita porque, a pessoa que perguntou não gosta de escrever, e quando o ser fala em leitura, a pergunta nem sempre se diferencia “você gosta de ler?”, e muitas das vezes faz uma carinha de surpresa, ou de que não está acreditando.

   Não diria que isso venha a acontecer apenas no Brasil, ou que, o povo brasileiro não gosta de ler, quanto a isso já tenho outras visões. Acredito que toda a sociedade leem, elas leem em diversas formas, mas isso já é um outro assunto. O que venha a ser mesmo a escrita? A escrita é o registro da fala, é a forma que o ser tem de registrar cada fala, uma história, que se passou, e a partir da escrita pode também ser criada diversas histórias… Com o que eu escrevi aqui, não vou transformar as pessoas em escritores, este não é o meu interesse, todos por sua vez também tem a sua função de escrever. Acessamos a internet, para entrar nas redes sociais temos de colocar o nosso e-mail, e uma senha, e mesmo que coloquemos o número do celular, no lugar do e-mail para acessar, teremos  de escrevermos: para mandar uma mensagem para  um amigo, alguém da família, para fazer uma paquera, para comentar uma postagem, e isso também torna a escrita importante.

    Você vai dizer “estou redigindo”, quem redige também escreve, não tem para onde correr. Em  algumas redes até que dar para se comunicar através de áudio, mesmo assim muitas das vezes o ser manda algumas palavras, nem que seja “bom  dia”, “boa tarde”, “boa noite”. Observando bem somos uma espécie de “mensageiros”, fazendo uso das redes sociais, e nos comunicando em diversas formas, isso não é apenas nas redes sociais, escrevemos em diversos locais, nem que seja para assinar o nosso próprio nome.

Anúncios

Que tal?

Livros da minha autoria podem serem comprados e lidos em e-book, através do Google Play Livros: https://play.google.com/store/search?q=Valter+Bitencourt+J%C3%BAnior&c=books

Leiam:

https://play.google.com/store/books/details/Valter_Bitencourt_J%C3%BAnior_Meu_Amigo_Ant%C3%B4nio_Por_Ent?id=V8R5DwAAQBAJ

unnamed

 

Espírito Natalino

Se todas as crianças
Tivessem ao menos um lar,
Elas seriam felizes?
Se todas as crianças
Tivessem brinquedos,
Elas seriam felizes?
Se todas as crianças
Tivessem escolas?
Se todas as crianças
Pudessem se sujar,
Jogar bola, pular,
Dançar, rir, e sonhar…
Se todas as crianças fossem
Apenas crianças,
E são!
Se o Natal, fosse
Todos os dias,
E todas as crianças
Vivessem felizes?
Sem guerra, sem briga,
Sem tristeza…

Uma pequena avaliação

   Hoje eu resolvi fazer uma pequena avaliação, diante a tudo o que eu já tenho publicado, e a cada leitor que vim adquirindo ao longo do tempo. Eu por minha vez tenho resolvido fazer algumas mudanças, que não foi nada fácil, resolvi estabelecer alguns contatos em minhas redes principais, como por exemplo pessoas da família e amigos (as) próximos, e deletei outros, não que esses que tenho deletado não tenha importância em minha vida, todos tem a sua importância, e agradeço muito por me acompanharem.

   Os livros que eu tenho publicado já se encontram disponíveis nas livrarias e lojas virtuais: Lojas Americanas, Mercado Livre, Submarino, CanalShoptime, Zoom, Buscapé, Estante Virtual, Amazon, Livraria Cultura, Walmart, Magazine Luiza… Publiquei ambos, na minha condição de autor independente, alguns dos livros eu tenho publicado sem o interesse em dar autógrafo, criei a página de acordo com o que o site me permitiu, e editei os livros, numerei da minha forma.

   Publicá-los vem sendo uma grande vitória, graças ao Clube de Autores e a Amazon, hoje tenho 6 livros publicados. Acredito que muitos dos escritores, poetas… deveriam conhecer um pouco mais sobre essas empresas, que ajudam o autor independente a levar o seu trabalho, mesmo sabendo a dificuldade que passamos, quanto autor independente.

   Não sei como vai ser o ano de 2019, diante a este novo governo que vai assumir a presidencia do nosso país. Não sei como vai ser as consdições das livrarias que buscam sobreviver em nosso país, o que eu sei é que muitos estão apostando no “virtual”, eu acredito que o livro impresso continua sendo insubstituível. Eu publiquei em diversos sites de poesias, os amigos leitores podem lerem as minhas escritas através de diversos sites: Recando das Letras, Literart, Movimiento Poetas Del Mundo, Pensador…

   Acredito que seguir em frente é sempre necessário, fazer algumas avaliações, refletir tudo o que já foi feito, analisar… E assim vou seguindo em frente!

Sucesso ao Mestre Antonio Carlos Secchin, Grato Pela Generosidade, Axé!

    Hoje, 11 de outubro de 2018, 14:03, acabei de receber pelo Correio, o livro “O Galo Gago”, livro da autoria  do mestre Antonio Carlos Secchin, com a ilustração da Clara Gavilan. É uma grande satisfação, vou agora   a  leitura, abraço!

Valter Bitencourt Júnior, com o livro "O Galo Gago", livro da autoria do escritor Antonio Carlos Secchin

Valter Bitencourt Júnior, com o livro “O Galo Gago”, livro da autoria do escritor Antonio Carlos Secchin, com a ilustração de Clara Gavilan.

Autógrafo do mestre Antonio Carlos Secchin

“Ao caro Valter, esperando que goste das aventuras do galo gago, com um forte abraço do Secchin.” Rio, 05-10-2018.