Voe

Voe, poema de Valter Bitencourt Júnior


Caso você tenha asas
-Voe!
Caso você não tenha asas
-Voe assim mesmo!
Voe na imaginação,
Voe no impossível,
Use o seu interior,
Voe na vida – viva.
Voe no querer – deseje.
Voe nas nuvens – flutue.
Caso você sinta-se preso
-Liberte-se!
Liberte-se de tudo aquilo
Que torna-lhe prisioneiro,
De tudo aquilo que o maltrate,
De tudo aquilo que venda os seus olhos,
De tudo aquilo que já o abandonou.
-Voe…

%d blogueiros gostam disto: