Xico Sá Compartilha Para Seus Leitores, Breve Crônica Escrito Por Chico Buarque, Publicado no Livro Lula Livre – Lula Livro


E como sempre, deixo o meu comentário antes: Como sou ousado, nem peço, compartilho, porque livros foram feitos para serem compartilhados, lidos, debatidos, independente ou não de posição política… Xico Sá publicou: Com vocês, a breve crônica de Chico Buarque no “Lula Livro Lula Livre”, coletânea organizada pelos bravos Ademir Assunção & Marcelino Freire. HonraContinuar lendo “Xico Sá Compartilha Para Seus Leitores, Breve Crônica Escrito Por Chico Buarque, Publicado no Livro Lula Livre – Lula Livro”

Ser humano algum quer sair do seu estado normal


Diante a sociedade que vivemos e ao sistema capitalista, nos tornamos loucos, quando se trata na questão de existência, muitas das vezes deixamos de existir, diante a milhares de pessoas, a nossa voz nem sempre é escutada. Não apenas diante das pessoas, como também diante do sistema político e econômico, muitas das vezes somos jogados de lado, e esquecidos pelo Estado.

Sobre o Vídeo: Um Novo Homem Todo Dia | Gillette & Neymar Jr.


O vídeo que o Neymar publicou “Um Novo Homem Todo Dia”, não foi uma forma de pedir desculpa, e sim, uma forma de mostrar superação, mostrar que tem aceitado as críticas, mesmo sabendo que não  foi nada fácil. 

Uma Pequena Visão Sobre o Texto “Os Perigos De Um Estado Marxista”, Da Autoria de Michael Bakunin


E Bakunin estava certo, em dizer “(…) Talvez já não haja mais uma classe privilegiada como tal, mas haverá um governo e, deixem-me enfatizá-lo, um governo extremamente complexo, que não se contentará em governar e conduzir as massas politicamente, como fazem agora todos os governos, mas passará a orientá-las também economicamente (…)”, e é o que vem acontecendo, e Bakunin prossegue “concentrando em suas  mãos a produção e a “justa divisão da riqueza, da agricultura, da criação e desenvolvimento das fábricas, a organização e exploração do comércio e, sobretudo, a aplicação do capital para a produção, que será feita por um único banqueiro – o Estado”. E de fato é o que vem acontecendo, nas cobranças de imposto, na decisão de quanto cada cidadão tem de receber por ano, o Estado que decide.

As feministas necessitam fazerem uma crítica ao próprio feminismo


As feministas necessitam fazerem uma crítica ao próprio feminismo, o mesmo aos demais movimentos. Todo movimento social, necessita de uma crítica interna, não me refiro em falar mal, mas uma crítica construtiva, que venha a ser plausível, para que o movimento não acabe ganhando outros rumos.

A Era é Digital: Votar ainda é obrigatório!


Se temos a obrigação de votar, e colocamos alguém que diz que vai nos representar, temos de cobrar os nossos direitos, sem medo. Até porque o voto ainda é  obrigatório, no país dito democrático, quem não vota tem que pagar uma pequena taxa de multa, senão tem direitos que podem serem vetados. Voto é tão obrigatório, que  fomos obrigados a fazermos a biometria, até porque já estavam começando a bloquear CPF, de várias pessoas, e muita gente não estavam conseguindo sacar sequer o dinheiro, na Caixa Econômica Federal.

Biblioteca da Maloca: Grupo de Estudos Sobre o Anarquismo – Maloca Libertária


   Nada melhor do que um espaço, que possamos debater assuntos libertários, discutir sobre o que é o anarquismo, é mais que necessário, e é algo que sempre vai ser discutido, muitas das vezes vem a curiosidade do que venha mesmo ser o anarquimos, uma filosofia que vai além do seu significado etnológico, que vaiContinuar lendo “Biblioteca da Maloca: Grupo de Estudos Sobre o Anarquismo – Maloca Libertária”

Cada um de nós nascemos com o nosso próprio dom


   Cada um de nós nascemos com o nosso próprio dom, cada um segue a sua profissão, cada ser tem a sua especialidade, e isso que nos torna interessante.    A capacidade de aprendizagem, de descobrir, desvendar e até mesmo criar, todos nós também criamos, nem sempre o ditado “nada se cria, tudo se cópia”,Continuar lendo “Cada um de nós nascemos com o nosso próprio dom”

Conceição Evaristo Escrevendo Uma Nova História na Academia Brasileira de Letras – ABL


Muitas das vezes penso, o que venha a ser a Academia Brasileira de Letras, logo vem a ideia de ser um lugar sério, de muitos intelectuais, que se consagraram de acordo com a qualidade de uma das suas obras ou mais, ou devido a se destacar, como uma figura pública. Um local criado para homens, falarem de literatura, política, economia, e tudo aquilo que faz parte da vida humana, só que numa forma fechada, um espaço em que muitos de mortais se tornam imortais.